Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

quinta-feira, 5 de abril de 2018

OPERAÇÃO BONFIM




Vitória de Setúbal - Benfica, Sábado às 20h30. Só este jogo interessa! Nem sei qual é o seguinte. Só sei que temos que entrar na máxima força e dar tudo para vencermos esta final. E a máxima força nesta altura passa, certamente, pela repetição do Onze que tem sido utilizado nos últimos jogos. Incluindo, obviamente, o Jardel e o Fejsa. E a entrada do Raúl na segunda parte, seja para ajudar a segurar uma vantagem, seja para aplicar o efeito-Mantorras. 

Conseguimos tomar a dianteira na entrada para a recta final do campeonato, o que é bastante animador. Contudo, um ponto de vantagem, quando ainda faltam disputar dezoito, apenas significa que não podemos vacilar. Nem vale a pena compararmos os graus de dificuldade dos calendários de Benfica e Porto, pois nesta fase a prática faz questão de contrariar a teoria, sem respeitar a "lógica".

Ainda assim, gostaria de salientar dois aspectos que, acredito, nos dão alguma vantagem. A primeira é a qualidade do futebol que praticamos. Quer se queira, quer não, a qualidade do futebol que se joga tem um bocadinho de influência nos resultados. E pelo menos desde o início de Janeiro que somos a equipa que melhor futebol pratica em Portugal. Temos jogado a um nível muito superior ao alguma vez apresentado pelos outros pretendentes ao título. Os pontos acumulados confirmam-no. Desde o dérbi, a 3 de Janeiro, recuperámos seis pontos em relação ao Porto e nove em relação ao Sporting. Acresce que os nossos jogadores chegam a esta fase da época no topo da sua forma, enquanto os adversários acusam enorme desgaste e apresentam boletins clínicos mais carregados.

O outro aspecto em que levamos vantagem é a parte emocional. A maturidade dos nossos jogadores e treinador é uma mais-valia que poderá fazer a diferença a nosso favor neste sprint final. A instabilidade emocional do boneco Conceição não podia ser mais contrastante com a impassibilidade do Senhor Rui Vitória. A ansiedade acumulada pelos jogadores do Porto ficou bem patente no Restelo. A experiência acumulada pelos nossos Campeões não tem paralelo em Portugal.

Mas estas considerações não nos asseguram absolutamente nada. A única coisa que importa é somarmos os três pontos na batalha do Bonfim! É para isso que a nossa equipa tem trabalhado ao longo da semana. É para isso que a iremos apoiar do primeiro ao último minuto de jogo. Lá estaremos, na Onda Vermelha que vai inundar a cidade do Sado, em busca da nona vitória consecutiva! 

É RUMO AO PENTA, MEU BENFICA!!


4 comentários:

  1. Jogo a Jogo até o sonhado Penta. Agora é confiar no trabalho de um ano inteiro e na estaleca de campeões dos nossos jogadores.
    Eu acredito no Penta e acredito nos nossos jogadores

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso! Eu também acredito. Nunca deixei de acreditar, mesmo na pior fase, e agora ainda mais. Carrega Benfica!

      Eliminar
  2. É uma final e é para ganhar! Estes jogadores já provaram que também sabem estar em 1º.
    Lembras-te quando eu disse há um mês atrás que era uma pena o campeonato não estar a começar agora? Eu acreditava que poderíamos chegar ao 1º lugar mas no fundo tinha muitas reservas. Depois da 2ª parte do Porto no Estoril eu quase me convenci que seria impossível ultrapassá-los. Mas se não tiveram gás para mais... problema deles!
    Carrega Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembro-me bem. Nessa altura já estávamos a jogar muito mais que eles, mas precisávamos que perdessem pontos. Era essencial chegarmos ao Benfica-Porto com uma diferença que desse para ultrapassá-los. Agora já "só" precisamos de continuar a ganhar os nossos jogos.

      Eliminar

Partilha aqui a tua opinião