Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

domingo, 23 de julho de 2017

Bons treinos no Algarve. Agora vai apertar.




Terminámos ontem a primeira fase da pré-época, que incluiu muito trabalho físico e a realização de quatro jogos-treino. No final do estágio inglês teremos dois jogos-teste que deverão dar indicações já muito próximas da equipa que irá iniciar a competição. Por agora, centremos o nosso olhar sobre as contratações e jovens da equipa B, no sentido de tentarmos perceber quais podem ser verdadeiros reforços para o imediato.


As contratações

SEFEROVIC - A figura em destaque. Tal como o algodão, o "esferovite" não engana. Demonstra inteligência nas movimentações, podendo explorar a profundidade ou dar apoio frontal. Tem um pé esquerdo com olhos e não é cego do direito. Luta e trabalha para a equipa. É uma espécie de meio-caminho entre o Raúl e o Mitro e fará forte concorrência a ambos. A sua ligação com o Jonas não parece ter poucas semanas, mas sim vários meses. É mesmo reforço!

MARTIN CHRIEN - Estou absolutamente fascinado com este médio-centro! Tem técnica refinada e é batalhador. É forte na progressão com bola e inteligente a descobrir linhas de passe. Sei que ainda tem poucos minutos, mas arrisco já dizer que temos aqui uma pérola. A meu ver, já ultrapassou o Filipe Augusto e o André Horta como alternativa ao Pizzi. Por mim, fica no plantel principal.

WILLOCK - O puto é bom de bola e pode vir a ser uma figura do futebol europeu. Julgo que ainda tem muito a aprender em termos tácticos e na interpretação do jogo colectivo. O seu lugar no plantel está condicionado à saída de pelo menos um extremo. Deverá rodar na B com um pé na A.

KROVINOVIC - Ainda não o vimos de águia ao peito, mas já sabemos que é muito bom. Deverá ficar no plantel, como alternativa directa ao Pizzi ou para quando quisermos utilizar três médios. Acho que é o jogador ideal para entrar e ajudar a segurar uma vantagem no marcador, com posse de bola. À semelhança do que fez várias vezes o Filipe Augusto, mas com mais qualidade.

ARANGO - Jogou pouco e pouco mostrou. Será para emprestar.


Os jovens da equipa B e os semi-novos

BRUNO VARELA - Não tem a qualidade que precisamos para substituir o Júlio César. Se não se importar de ser o terceiro GR, pode ficar no plantel. Mas julgo que seria melhor para a sua carreira ser emprestado a uma equipa da Primeira Liga. Ou então estrangeira, com vista a valorização e venda na próxima época.

PEDRO PEREIRA - Mostrou muito pouco. Não creio que esteja próximo do nível necessário para constituir uma verdadeira alternativa ao André Almeida. Emprestar a equipa da Primeira Liga, talvez daqui a um ano possa integrar o plantel.

AURÉLIO BUTA - Mostrou mais que o colega anteriormente referido, pelo menos em termos de iniciativa atacante. Sabemos pelo que lhe vimos na equipa B, que ainda tem de crescer no plano defensivo. Manter na B para continuar a evoluir e como solução de recurso para a equipa principal. 

KALAICA e RÚBEN DIAS - Ambos têm qualidade para serem o quarto central este ano. Ambos têm potencial para serem titulares dentro de um, dois anos. Emprestar um (talvez o Rúben) e manter o outro a treinar com os consagrados.

HERMES - Não é intratável a defender nem desequilibrador a atacar. Tem um bom cruzamento. Com Eliseu e Grimaldo, fica sem espaço no plantel. É de emprestar a equipa da Primeira Liga para ganhar experiência na competição. Poderá ser útil daqui a um ano, se vendermos o Grimaldo e/ou o Eliseu não renovar.

ANDRÉ HORTA - Lamentavelmente, não aproveitou o jogo de ontem para marcar pontos. Sabemos da sua qualidade, mas...está longe do melhor que lhe vimos no início da última época. A sua zona está sobre-lotada, talvez seja melhor sair por empréstimo.

JOÃO CARVALHO - Tenho dificuldades em encaixá-lo no sistema-tipo do Benfica. Não é um extremo (pelo menos no sentido clássico de extremo desequilibrador), decididamente não é um Oito, e também não me parece que seja um segundo-avançado. O seu habitat natural é o espaço 10, mas nós não jogamos assim. E quando for preciso um terceiro médio, temos o Pizzi ou o Krovinovic com outros dois atrás. É de emprestar.

DIOGO GONÇALVES - É o jovem da B mais próximo de ficar no plantel principal. Deu boas indicações à direita e pode jogar atrás do ponta-de-lança. A sua permanência depende muito de eventuais saídas. Poderá ser o quinto extremo e quinto avançado, com boas hipóteses de ser bastante utilizado ao longo da época.


Saberemos mais logo quais os escolhidos para integrarem o estágio em Inglaterra. A próxima semana de treinos e os dois jogos-teste frente ao Arsenal e ao Leipzig serão determinantes para definir várias situações.

Entretanto, saudemos os Campeões Europeus - Triatlo e Judo!








Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilha aqui a tua opinião