Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

MAIS UM SOLUÇO



Parecia que íamos dar mais um passo no rumo certo, a avaliar pela bela jogada que deu golo logo no primeiro minuto, mas não! Ainda não foi desta que conseguimos engrenar uma série de vitórias consecutivas. Os motores ainda só rugem baixinho... e com soluços. No campeonato vencemos cinco dos últimos seis jogos, mas quando se metem outras competições pelo meio derrapamos inexplicavelmente.

Sinceramente, não consigo perceber! Não concordo nada com a teoria de que nos falta qualidade no plantel. Ok, na baliza não estou assim tão descansado. O Varela tem limitações e o Svilar, apesar do potencial, tem acusado a responsabilidade e mostra-se inseguro. Mas para as outras posições temos elementos com provas dadas e alternativas à altura. Falta apenas um segundo lateral-direito para concorrer com o André Almeida, que, diga-se de passagem, tem estado muito bem nos últimos jogos. O eixo da defesa, a outra posição desguarnecida no mercado de Verão, está assegurado pelo essencial Luisão, pelo revigorado Jardel e pelo excelente Rúben Dias. A partir daqui estamos a falar de Campeões, Bicampeões, Tricampeões e Tetracampeões. Não, não é por falta de qualidade.

Uma equipa sem qualidade não conseguiria fazer os bons (por vezes excelentes) jogos que já fizemos esta época. Mais do que um problema de falta de qualidade, o que nos tem prejudicado é a falta de regularidade, a inconstância nas exibições. Algo está a obstruir o desempenho regular da equipa. Esta primeira metade da época tem-nos mostrado um Benfica aos soluços, incapaz de atingir a sua velocidade cruzeiro. É urgente que o mister Rui Vitória identifique e elimine as causas destes soluços. E aquelas substituições ontem, ó mister!?

Ontem assistimos à repetição do triste filme que nos tem assombrado esta época. Início fulgurante, vantagem madrugadora e consequente apagão geral da equipa!
Marcamos um golo e baixamos os níveis de intensidade. Damos bola e espaço ao adversário. Concedemos oportunidades de golo. Aumenta a insegurança. Os erros não-forçados sucedem-se. E desbaratamos a vantagem. Na fase em que estamos, nem com uma vantagem de dois golos podemos descansar. Temos de continuar a carregar até chegar ao terceiro. Aí chegados, sim, que se entre em gestão do jogo e do resultado.

Já não dependemos de nós na Taça da Liga. Uma vitória do Setúbal amanhã deixa-nos fora da competição. Uma vitória do Braga quase arruma a questão. Resta-nos torcer pelo empate e ver se conseguimos terminar o ano com uma vitória folgada no Bonfim. A ver vamos.

Em relação ao campeonato, a conversa é outra. Está perfeitamente ao nosso alcance e não são os três pontos de atraso que me assustam. O que me preocupa é a maldita irregularidade que não nos larga. Mantenho a ideia de que os adversários já atingiram o seu patamar máximo e nós ainda temos margem de progressão. Caso se confirmem as perspectivas mais optimistas, apresentadas nos jogos com o Rio Ave e com o Tondela, teremos todas as condições para terminarmos como de costume. Em primeiro!



                             Ficha do jogo (aqui)


2 comentários:

  1. No campeonato parece que a música é outra. Por isso acredito também que poderemos chegar lá. Há dias eu vi no site do Benfica umas estatísticas sobre os golos que o Benfica fez esta época até à 15ª jornada e para espanto meu afinal, no meio de tanta instabilidade, conseguimos marcar mais golos que nos 4 anos anteriores em que fomos campeões. Realmente é difícil de acreditar. Esta época tem sido muito estranha. Se formos campeões será um feito para muito estudo nas universidade.
    Agora, eles que curtam bem essas férias de Natal para voltarem com toda a força,
    Saudações benfiquistas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, que aproveitem para descansar e limpar a cabeça, a ver se voltam cheios de força!
      Saudações benfiquistas! E feliz Natal!

      Eliminar

Partilha aqui a tua opinião