Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

domingo, 29 de maio de 2016

Carta Aberta a Ricardo Araújo Pereira


Caro Ricardo Araújo Pereira,

Venho por este meio solicitar-te dois minutos de reflexão, na esperança de que este apelo chegue ao teu conhecimento. Antes de mais, permite-me que te trate por tu. Não me conheces, mas eu sou fã dos Gato Fedorento desde a SIC Radical e somos da mesma geração. Considero-te, sem favor, o mais brilhante humorista português do século XXI. 

Para além disso, somos ambos sócios do Benfica e é nessa qualidade que te interpelo: Proponho-te que, doravante, ponderes a expressão pública das tuas opiniões sobre o nosso Clube. Quando digo ponderar é porque, na minha opinião, há aqui dois valores que devem ser pesados. Por ti.

O Benfica foi sempre um espaço de união na diversidade e um exemplo de liberdade e democracia. Todos os benfiquistas são importantes e todos os sócios têm o direito de opinar, criticar, louvar, dizer o que entenderem sobre o Clube e a forma como é gerido. Isto é verdade na tasca e nos palcos mediáticos. Estou em crer que nem seríamos um Clube tão grande, tão abrangente e tão poderoso se assim não fosse.
Este prato da balança tem, incontestavelmente, um peso esmagador!

No segundo prato coloco a tua responsabilidade como Benfiquista famoso.

Também eu no verão de 2015 era favorável à permanência de Jorge Jesus, mas eu sou só "um sócio entre milhares de sócios". Como tu. Ou não. 
Tal como na Música a notoriedade do RAP vem acompanhada de uma consciência social, também no teu caso as tuas palavras sobre o Benfica têm algum impacto na Família Benfiquista.

A interpretação, digamos, ligeira que fazes da estratégia seguida pelo Clube parece-me desatenta e contrariada pelos factos. Responsabilizar Vieira pela travessia do deserto anterior a Vieira? Não perceber que só poderemos continuar a ser fortes com uma base cada vez mais alargada de jogadores formados no Benfica a jogar na primeira equipa? Ignorar a importância da Estrutura? sem aspas! Não entender que isto é um processo e há um caminho que tem de ser feito?
Temos também de perceber que às vezes é preciso mudar alguma coisa para que tudo continue na mesma. Para que continuemos a ganhar!

Talvez , caro Ricardo, seja conveniente um conhecimento mais apurado do Futebol actual e do seu contexto, antes de emitires publicamente críticas profundas ao rumo que seguimos. 
Mas deixa-me que te diga: para mim, o primeiro prato pesa mais.
Espero não incomodar, trata-se apenas de um apelo à reflexão.

Saudações Benfiquistas!
Miguel Costa

links úteis:
RAP junho de 2015
RAP maio de 2016
http://o-guerreiro-da-luz.blogspot.pt/2016/05/a-besta-parte-iii.html#more

2 comentários:

  1. O fervor do RAP teve este momento cómico, teve a sua piada, como ele muito bem o faz.

    Já a opinião, é a dele.

    Basicamente, eu concordo em discordar com ele acerca deste assunto.

    Abraço.

    ResponderEliminar

Partilha aqui a tua opinião