Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

SOMA E SEGUE!

Belenenses 0 - Benfica 2


Mais três pontos e mais um passo importante na evolução do Benfica 2016/2017!

Assistimos ontem a uma das melhores exibições do Benfica dos últimos tempos! Só marcámos dois mas podiam ter sido mais três ou quatro, tal a qualidade do jogo apresentado e a quantidade de situações claras de golo de que dispusemos.
Tão importante como isso, foi o pouco perigo que permitimos o adversário criar: dois remates com duas boas defesas do Ederson.

O jogo de ontem mostrou um Benfica absolutamente dominador, fortemente apostado em marcar vários golos, com um ritmo e variedade de jogo admiráveis. 

Pela direita o Nelson "Flecha" Semedo e o Toto "arma de destruição maciça" Salvio rebentaram com meia equipa do Belém. Pela esquerda, os pequenos diabólicos esquerdinos Cervi e Grimaldo rebentaram com a outra metade. 

Sempre apoiados na plataforma giratória que o Pizzi sabe ser quando joga no meio e respaldados no monstro Lubomir "ladrão de bolas" Fejsa. 

Na frente, um irrequieto e cada vez mais influente Gonçalo Guedes ia abrindo espaços e contribuindo para a diversidade dos nossos movimentos ofensivos. Lá atrás, a defesa comandada pelo Capitão não deu abébias. 






Benfica! Até debaixo de água! Imunes ao vírus da gripe e ao da Champions.


























Ontem batemos um recorde tão velho como eu: 16 vitórias consecutivas em jogos fora para o Campeonato. Seria maravilhoso conseguirmos esticar este recorde na próxima deslocação, ao Dragão. Mas antes disso, é fundamental não baixar o nível frente ao Paços de Ferreira, sexta-feira na Luz.

Estamos à frente, a jogar cada vez melhor e temos noção que vamos continuar a melhorar. E até salivamos só de imaginar o futebol que jogaremos com Rafa e Jonas disponíveis!


P.S. Começo a ficar preocupado com o treinador Jesus. Parece-me triste, desanimado. Frente ao Tondela, o tondele desvaneceu-se...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilha aqui a tua opinião