Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

A VIDA SEM KROVI



De acordo com as "casas de apostas" afectas à Família Benfiquista, o João Carvalho é o favorito a assumir o lugar aberto pela lesão do Krovinovic. Faz sentido. Tem sido ele o escolhido para entrar vindo do banco, seja por troca directa com o Pizzi ou passando este para a direita, saindo o Salvio. 

Em termos posicionais, neste sistema do Benfica é (praticamente) igual jogar a interior esquerdo ou interior direito, pelo que não será por aí que o João terá dificuldades acrescidas. Ainda no último jogo pudemos assistir a muitas trocas de posição entre o Krovi e o Pizzi, com o transmontano a vir buscar jogo à meia-esquerda um bom par de vezes. No entanto, se for mais confortável para o João, poderá jogar ele na meia-direita e o Pizzi na meia-esquerda.

Vai, puto!
Com a bola nos pés, e principalmente no último terço, estou convencido que o João dará conta do recado. O puto tem técnica, tem criatividade, sabe assistir e sabe finalizar. O seu estilo é diferente do Krovi; é mais desequilibrador no um-contra-um, arrisca mais no remate e no passe de ruptura. É importante que também seja muito esclarecido no jogo associativo, i.e., na criação de situações de dois-contra-um e no timing e precisão do passe. E que saiba oferecer linhas de passe ao portador da bola. 

Em todo o caso, não teremos no João um clone do Krovi. Ficarei agradavelmente surpreendido se ele demonstrar aquela calma do croata nos momentos em que é preferível parar o jogo, manter a posse, mudar de flanco, rodar atrás, etc. Com o João ao volante, a aceleração será constante! A sua tendência natural será tentar chegar mais depressa à baliza contrária. É preciso que ele perceba que muitas vezes é necessário darmos um passo atrás para depois podermos dar três à frente. Argumentos técnicos ele tem, assim demonstre a necessária argúcia táctica.





Grande, Krovi!
Há outras tarefas que têm sido exemplarmente desempenhadas pelo nosso Krovimodric que me parecem mais afastadas do actual perfil do João Carvalho. Refiro-me, entre outras, à responsabilidade de assumir o início de construção. Uma das muitas vantagens da inclusão do Krovi na equipa foi a partilha desta tarefa com o Pizzi. Antes, era sempre o Pizzi que baixava para vir buscar jogo atrás, tornando-se presa fácil para os adversários. No actual 4-3-3 ambos os médios baixam, à vez, para iniciar a construção. Nesta primeira fase da organização ofensiva, mais do que inventar, é preciso não falhar. Terá o João essa presença de espírito para jogar simples e certinho no primeiro terço? Esperemos que sim. Seja como for, não será das coisas mais difíceis de treinar e aprender.

Outro aspecto em que o Krovi tem sido muito importante é na cobertura defensiva, nomeadamente a compensar as subidas do Grimaldo, ou as saídas do Fejsa quando o monstro sérvio vai pressionar mais alto. Aliás, o próprio admitiu, numa entrevista após as primeiras titularidades, que estava a trabalhar afincadamente nos treinos para melhorar a vertente defensiva. E trabalhou bem! O seu desempenho defensivo era já muito satisfatório. Também aqui precisamos que o João adapte rapidamente o seu jogo e perceba que as suas acções quando a equipa não tem a bola são tão importantes como quando a tem.




Vai, Pizzi!
A substituição de um jogador por outro implica sempre mais alguns ajustes na equipa para além da troca directa. O jogador que entra tem necessariamente características diferentes que levam a um jogar diferente. Algumas das tarefas do jogador que sai terão de ser distribuídas por vários elementos, e não todas atribuídas ao que entra. Neste caso da ausência do Krovi, e seja qual for o seu substituto, é fundamental que voltemos a ter o Pizzi ao nível...Pizzi. Os últimos jogos deram boas indicações nesse sentido. Esperemos que os próximos as confirmem.

Numa fase em que alcançámos um nível exibicional muito acima do alguma vez apresentado pelos outros concorrentes, sofremos o contratempo de perder o principal artífice desta evolução. (Principal no campo, pois fora dele é o mister). Mas também já estamos habituados a que isto nos aconteça. Sabemos que é o momento em que se revela um novo talento!

Levanta-se agora a dúvida de como será a nossa vida sem Krovi. Com a certeza, porém, de que há vida sem Krovi!

CARREGA BENFICA! É RUMO AO PENTA!

6 comentários:

  1. Uma boa radiografia do futuro (Kkk), do que acontecerá no nosso meio-campo já na 2ª feira. Certamente o João Carvalho não conseguirá fazer muitas coisas que o Krovi fazia, mas pode ser que a equipa ganhe também outras dinâmicas com ele. O Rui Vitória disse há dias que o João Carvalho vê o que muitos não conseguem. Isso é um grande estímulo para o miúdo. Mas realmente, fundamental mesmo será o papel do Pizzi que esperemos melhore ainda mais a sua forma.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É assim a vida! Perdem-se umas coisas, ganham-se outras. O mais importante é que não se perca a dinâmica que a equipa já tinha alcançado. O facto do João (ou outro) entrar na equipa numa fase em que estamos a jogar muito bem torna essa adaptação mais fácil, em princípio.

      Eliminar
  2. Sim! É só ver o caso do Douglas. Ele pode dizer que jogou a titular num dos melhores jogos que o Benfica fez esta época. Foi até aplaudido! Quando a equipa está bem tudo parece fácil.
    E hoje saiu a notícia que o Rui Vitória puxou o Gedson Fernandes para estar mais presente no plantel principal. Isso talvez queira dizer que, depois do Filipe Augusto, o Chrien acabará por ser emprestado também. Ou seja, Samaris é a alternatíva ao Fejsa, enquanto que Parks e Gedson serão as alternativas a Pizzi e João Carvalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso, certamente. E o Gedson também vai ser craque!
      O Douglas beneficiou de estarmos a jogar bem e de termos passado o jogo todo no meio campo adversário. Deu para evidenciar o que ele tem de bom e esconder o que tem de mau.

      Eliminar
  3. Pela conferência de imprensa do Rui Vitória, o 1º da lista para substituir o Krovi será o João Carvalho. Depois pode também surgir uma oportunidade para o Zivkovic. Finalmente, ainda sobram Parks e Gedson. Ou seja, não virá mais ninguém.
    Carrega Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também fiquei com essa ideia. Gostei de ouvir o mister a falar sobre essas possibilidades, parece que tem andado a ler a blogosfera benfiquista ;)
      Mostrou confiança na capacidade dos jogadores. Qualidade eles têm, sem dúvida. Será só uma questão de adaptação da equipa ao novo elemento, mas como estamos a jogar bem essa adaptação fica mais fácil.
      Carrega JC! Carrega BENFICA!!

      Eliminar

Partilha aqui a tua opinião