Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

domingo, 21 de janeiro de 2018

IMPRÓPRIO PARA DIABÉTICOS



O futebol praticado pelo Benfica deve ter sido considerado excessivamente açucarado pelos deuses do futebol! Terá sido essa a razão que os levou a tirarem-nos o Krovinovic até ao final da época. Ao longo dos últimos jogos, os artistas de serviço têm distribuído toneladas de chocolate a todos quantos assistem às exibições do Tetracampeão, sendo o Krovi o principal fornecedor.

 A sua lesão é um rude golpe, logo numa altura em nos mostramos claramente mais fortes que a concorrência. Mas o que não nos mata torna-nos mais fortes e o Benfica há-de saber dar resposta, encontrando a melhor solução. 

Vejo três tipos de alternativas:

1) A opção mais imediata parece ser o João Carvalho. Tem sido ele a entrar para o lugar do Pizzi, o "espelho" do Krovi no novo sistema. O João tem muita qualidade técnica, mas será que tem a sagacidade táctica do croata? Outra opção directa é o Samaris, mas implica uma alteração na receita. Neste caso teríamos mais sal e menos açúcar. O  Keaton Parks e o Filipe Augusto surgem nos níveis seguintes da sucessão. Temos ainda o Chrien, em quem apostei muito no início da época, mas que parece não ter ainda confirmado o valor esperado.

2) Temos também uma alternativa que passa pela adaptação de um jogador de muito talento, ainda que oriundo de outra posição. O Zivkovic, o Cervi ou mesmo o Rafa cumprem os requisitos técnicos para a função, resta saber se terão a mesma clarividência na construção e o compromisso táctico do Krovimodric. É preciso termos em conta que neste modelo ambos os médios-interiores têm grande responsabilidade defensiva. É frequente vermos o Krovi ou o Pizzi baixarem para a posição 6 quando o Fejsa sai na pressão, por exemplo.

3) Outra possibilidade que deverá ser considerada é a ida ao mercado. Já que tivemos o azar disto nos ter acontecido, ao menos que exploremos todas as possibilidades para minorarmos os danos. Estando aberta a janela... é de espreitarmos e ver quem é que está ao nosso alcance. Neste caso teria de ser um jogador feito, com qualidade para entrar de imediato na equipa titular e sem necessidade de grande adaptação. Lembrei-me do Manuel Fernandes. Gostei muito de o rever na Selecção. Tem características similares ao nosso craque, está em forma (titularíssimo no Lokomotiv) e, aos 31 anos, sabe tudo do jogo. Se estiver interessado em vir e disponível por 5M€ ou 6M€, acho que valia o esforço.

Se até há algumas semanas dizíamos que para sermos campeões tínhamos de subir o nível, agora já podemos dizer que os últimos jogos nos mostraram o Benfica necessário para revalidar o título. O desafio agora é conseguirmos manter o nível sem contarmos com o principal responsável por o termos alcançado.

Fico muito triste pelo jogador e muito preocupado pela nossa equipa. Mas confio no mister Rui Vitória e na Estrutura para encontrarem a melhor solução. Confio que a equipa se unirá ainda mais e fará um esforço acrescido para poder convidar o Krovi a participar na festa do Penta!


                            FORÇA KROVI! FORÇA BENFICA!!

6 comentários:

  1. Realmente foi um duro golpe. Não devia ser permitido acontecer isso ao jogador, que tinha também o sonho de estar no mundial, e à equipa, que tinha finalmente encontrado a fórmula do sucesso depois de passar por tantas dificuldades no início da época. É muita maldade. Mas enfim, temos de continuar.
    Acho que o Rui Vitória vai inventar o menos possível. Até cheguei a imaginar a volta do 4-4-2, com o Jiménez ao lado do Jonas, mas acho que ele vai puxar de vez os miúdos João Carvalho e Keaton Parks para disputarem aquela posição. Dependendo do adversário, ora jogará um, ora jogará outro. E quando um estiver menos bem, estará o outro no banco para entrar na equipa.
    Poderemos também ir ao mercado e realmente se fosse possível trazer o Manuel Fernandes seria ouro sobre azul. Para mim seria o jogador perfeito para aquele meio-campo com Fejsa e Pizzi. Mas não deve ser muito fácil a sua contratação. Vamos a ver. Contratar por contratar também não vale a pena. Tem também o Gaitán que poderia vir por empréstimo. E o Cristante? Eu nunca o vi jogar em Itália, mas pelo que dizem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também estou convencido que o 4-3-3 é para manter como plano A. A equipa já está muito adaptada a jogar assim, e bem. Fala-se que o Rakip já não vai ser emprestado, pode ser uma solução, mas é preciso que se adapte rapidamente. Enfim, vamos ver.

      Eliminar
  2. Opção do mercado: Lucas Evangelista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comecei a reparar com mais atenção no Lucas quando falaste nele, aí há uns tempos. Parece bom jogador, com técnica e agressividade. Mas lá está, é sempre a incógnita da adaptação, outro nível de exigência, etc. A contratarmos alguém nesta janela para fazer face à ausência do Krovi acho que tinha de ser um jogador com provas dadas a este nível, para pegar de estaca. Para ver se dá ou não já cá temos uns quantos...

      Eliminar
  3. Afinal Rakip foi mesmo para o Palace e talvez seja boa essa experiência para quando ele voltar na próxima época. Enfim, vai ser difícil vir alguém neste mercado. Pode ser a grande oportunidade do João Carvalho. Quem sabe ele se transforme na grande revelação desta 2ª volta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode ser que sim. Qualidade ele tem, a dúvida é mais a disciplina táctica, sobretudo em acções defensivas. É ainda mais importante agora termos um Pizzi no seu melhor para compensar a ausência do Krovi. A troca de um jogador por outro implica sempre alguns ajustes para além dessa simples troca.

      Eliminar

Partilha aqui a tua opinião