Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

quarta-feira, 4 de julho de 2018

RUMO À RECONQUISTA!



Haja alegria! Já começaram os trabalhos com vista à Reconquista! Na próxima semana já poderemos assistir aos primeiros jogos de preparação e começar a tirar a pinta aos reforços prontamente contratados.

PRIMEIRO A EUROPA
Mas antes do objectivo maior, que é a Reconquista do título de Campeão Nacional, temos de alcançar um outro de extrema importância. O apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões é essencial! Não só pelas evidentes vantagens financeiras - são mais de 40M€ só pela presença - mas também para retomarmos o percurso de afirmação europeia, interrompido na época passada devido a uma participação paupérrima. Recordemos que em 2016 e 2017, pela primeira vez na nossa história, superámos a fase de grupos duas vezes consecutivas. Não vejo razão para que não seja esse o objectivo mínimo do Benfica europeu. Marcando presença regular nos melhores 16 da Liga dos Campeões, haverá um ano em que a sorte nos sorrirá e faremos novamente algo grandioso na Europa. Mais do que um sonho, eu tenho um plano (apresentei-o aqui, há cerca de dois anos).

COMPRAR MAIS CEDO. VENDER MAIS TARDE?
Apraz-me registar que, pelo menos uma parte do que pedi no final da época transacta (aqui), está a ser feito: Comprar mais cedo. Ainda sem grandes dados para me pronunciar sobre a maioria dos jogadores contratados - até porque não há resumo do youtube que se compare com vê-los de águia ao peito - destaco o reforço da defesa e a renovação do ataque. Parece-me bem. Quanto às vendas, veremos. Por enquanto saíram:

João Carvalho (15M€) - Excelente valor por um jovem com qualidade técnica, mas que não mostrou estar ao nível que precisamos, nomeadamente em termos de intensidade, leitura de jogo e decisões. Concordo.

Diogo Gonçalves (empréstimo) - Teve o seu espaço e tem potencial para crescer. Poderá voltar mais jogador ou permitir um encaixe de 20M€. Concordo.

Raúl (empréstimo) - Foi decisivo na conquista do Tri e do Tetra. Infelizmente, não conseguiu ser tão influente na época passada, após a lesão do Jonas. Terá mais possibilidades de ser titular no Wolves do que teria no Benfica. Poderá valorizar imenso na Premier League e render-nos muitos milhões. Que seja muito feliz, pois ele merece e nós também!

Mais vendas terão de ser feitas até ao fecho do mercado. Algumas poderão ser retardadas pelas pré-eliminatórias da Liga dos Campeões. Aguardemos.

ENTÃO E A BALIZA?
Mantenho a preocupação que me atormentou em toda a época anterior. A prioridade das prioridades é assegurarmos que a nossa baliza é defendida por um excelente guarda-redes! Do pouco que vi do Vlachodimos, não fico convencido que seja ele o garante dessa segurança e estabilidade, precisamente aquilo que nos faltou o ano passado e comprometeu a conquista do Penta. Oxalá esteja enganado. Não podemos esperar até 31 de Agosto para avaliarmos se o greco-alemão é ou não esse Keeper do nível Oblak/Ederson, o nível que temos que ter. Uma parte significativa da época ficará definida na primeira metade desse querido mês. Todos nós, adeptos, jogadores e treinadores, temos de ficar absolutamente descansados quanto à qualidade do nosso guardião o mais depressa possível.   

AS COMPRAS
Curiosamente, ou não, quase dá para formar um Onze com os jogadores que contratámos até agora:









Não me parece que o Chiquinho e o João Amaral fiquem no plantel. Talvez o Ebuehi também não fique.

Das promoções da B que fazem a pré-época com o plantel principal, deposito grandes esperanças em: Gedson (MC), Heriberto (Ext./Av.), João Félix (Craque!).







UM PLANTEL PARA DOIS SISTEMAS
A actual composição do plantel não permite concluir se vamos jogar preferencialmente em 4-4-2 ou em 4-3-3. O que me parece importante é garantir que o treinador fique com a possibilidade de utilizar ambos os sistemas ao longo da época. Pessoalmente, fiquei apaixonado pelo 4-3-3 que o mister Vitória desenvolveu na época passada, sobretudo na fase Krovi, com o Jonas a desempenhar magistralmente a função de Falso Nove. 

PEQUENA LOUCURA
Em relação ao aproveitamento dos "refugiados de Alcochete", dispenso. Não por qualquer constrangimento ético, até porque aquela gente não merece o nosso respeito. Simplesmente, acho que não valem o esforço. Nenhum deles é melhor dos que já temos e o potencial de problemas é enorme. Abro uma excepção para o Rafael Leão, sobretudo pelo efeito... sonoro. Já imaginaram como seria o festejo de um golo do puto na Luz? O speaker : "Rafaeeeel", e nós: " LEÃÃÃÃO! AH!AH!AH! AH!AH!AH!". Para além disso, acho que tem grande potencial. Já agora, recordo que o Presidente disse que estava a pensar fazer uma pequena loucura, e não uma grande loucura...

GOSTO DO PLANO
Acho que a planificação da pré-época está equilibrada. Duas fases de estágio: a bela Troia e o magnífico St. George's Park. Dois jogos no Bonfim, um jogo na Suíça, dois nos E.U.A. e a Eusébio Cup (?) no Algarve. Testes de exigência crescente, participação num torneio de nível mundial, presenças junto da diáspora Benfiquista da Suíça e da costa leste dos States. Mas ao contrário do que aconteceu há três anos, são só dois jogos nos Estados Unidos e sem viagens intermináveis pelo continente americano (apenas Pittsburgh / Nova Iorque). O regresso será bem a tempo de os jogadores recuperarem e prepararem o embate de dia 7 ou 8 de Agosto.



O calendário da pré-temporada:

10 de julho: Benfica-Napredak, no Estádio do Bonfim.

13 de julho: V. Setúbal-Benfica, no Estádio do Bonfim.

21 de julho: Sevilha-Benfica, em Zurique (Suíça).

25 de julho: Borussia Dortmund-Benfica, International Champions Cup, em Pittsburgh.

28 de julho: Juventus-Benfica, International Champions Cup), em Nova Iorque

1 de agosto: Benfica-Lyon, Estádio do Algarve, Eusebio Cup e International Champions Cup.

Mas antes disto, temos treino aberto na Luz, no próximo Sábado. Bora lá encher o primeiro anel e mostrar a força do SLB!


12 comentários:

  1. Que maravilha ver de novo os nossos craques em ação, hem!
    Antes de mais, deixa-me dizer-te que gostei do teu plano para a reconquista da Liga dos Campeões. Acho que é possível sim senhor. Não precisamos nadar em dinheiro como os tubarões de Inglaterra e Espanha, mas temos de estar economicamente saudáveis para deixar os nossos miúdos do Seixal amadurecer um pouco mais antes de saírem para o estrangeiro. Dói-me muito ouvir ou ler coisas como "se aparecerem 30 milhões, o Benfica vende o Rúben Dias", ele que é o nosso futuro capitão, ou então que "o Félix só ficará esta época no Benfica e depois será impossível segurá-lo", um miúdo que só tem 18 anos. Enfim, enquanto isso acontecer será muito difícil pensar na Champions. Quem viu as prestações dos nossos sub-17 naquele torneio do Qatar e agora na fase final do campeonato só pode sonhar com algo grandioso. É mesmo de sonho o futebol praticado por esses miúdos do Renato Paiva.
    Quanto à nova época, realmente, temos de esperar para ver os novos reforços. Mas se 2 ou 3 pegarem de estaca será maravilhoso porque a equipa já é muito boa.
    Eu também adorei o 4-3-3 e as suas dinâmicas. Acho que o Rui Vitória poderia muito bem criar uma forma de se mudar para o 4-4-2 em pleno jogo sem precisar de substituições. Veja-se o trabalho feito com o Zivkovic que hoje pode jogar a interior ou a extremo, tal como o Pizzi. Mas também, com o Jonas e o Ferreyra, de quem dizem maravilhas, será difícil não jogar com os dois.
    Sobre os guarda-redes, acho que não é de descartar o Svilar nas contas do Rui Vitória. Podendo fazer a pré-época em igualdade de circunstâncias com todos, nunca se sabe se não sairá daí algo superlativo, igual ao que se espera do João Félix. Só acho que na época passada o Svilar devia ter feito alguns jogos na equipa B. Até o Ederson desceu à equipa B e nem por isso desaprendeu. Pelo contrário!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em dinheiro nunca poderemos competir com os maiores clubes das melhores ligas, mas em talento - pela prospecção e pela formação - podemos. A questão chave é mesmo a capacidade de retenção desses talentos. A estratégia da época passada, com 120M€ em saldo de transferências, visou aumentar a nossa capacidade financeira e permitir o aumento do tecto salarial, como já se pode comprovar este ano com os 2,2M€ do Ferreyra, por ex. Só tenho pena é que se tenha ido um pouco longe de mais e não se tenha salvaguardado pelo menos a questão da baliza... Mas pronto, isso já lá vai.

      De qualquer forma, será sempre muito difícil, virtualmente impossível, segurar por mais de dois anos craques de nível mundial, como creio que será o Félix. A volta a dar a isso é todos os anos subirem 3 ou 4 e sair apenas um. Assim, pode ser que todos os anos se consiga subir o nível da equipa sem deixar de fazer os milhões indispensáveis em vendas. A expansão do CFT do Seixal permitirá, em princípio, aumentar a capacidade de "produção" de craques para a primeira equipa.

      Esta fornada do Renato Paiva é fantástica! Ele próprio reconhece que foi o melhor grupo que já lhe passou pelas mãos. Já agora, permite-me a imodéstia, já há dois anos que eu tinha referido jogadores como o Embaló ou o Camará, agora juvenis, como futuros craques. https://chamaqueanima.blogspot.com/2016/09/a-melhor-formacao-do-mundo.html

      Falas, e bem, do Svilar. Também acho que era importante ele jogar para ganhar experiência. Pode ser que tenha evoluído muito com os treinos no ano que passou, mas acho que nada iguala a experiência de jogo.

      Quanto à passagem "automática" do 4-4-2 para o 4-3-3 e vice-versa, sem substituições, era mesmo uma imagem de marca do mister Vitória no Vitória. Para isso precisamos de jogadores que sejam polivalentes como extremos/avançados ou médios-ala/médios-centro. Para além do Zivko, também o Pizzi tem essa capacidade. Na frente, o Rafa ou o Heriberto também podem jogar pelas alas ou juntar-se ao avançado centro. Talvez um Castillo também tenha essa valência.

      Eliminar
  2. Não entendo essa panca toda pelo Rafael Leão. Meu rico Heriberto... 😅

    A minha pequena loucura seria um Lucas Paquetá... 😉

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em boa parte, pelo nome ;
      Tem ginga, tem cabedal, tem golo. É interessante. Mas, como já te tinha dito quando falaste nisso, acho que o ambiente seria insuportável se algum viesse para o Benfica. E também prefiro o Heriberto, claro!

      Pelo preço, o Paquetá já seria grande loucura, não?

      Eliminar
    2. O Paquetá seria a boa loucura. Queremos é ver craques. Perdemos o título nacional. Precisamos de investir num jogador que nos permita ter vantagem técnica sobre os adversários. O Paquetá é esse jogador. Nem que ficasse apenas um ano na Luz...

      Eliminar
    3. Concordo com a ideia. Mas se conseguirmos isso sem gastar logo 20M€ à cabeça é melhor. Um Bernard, como se fala agora, também pode dar vantagem técnica com menor custo.

      Eliminar
  3. O que impressiona na equipa de sub-17 é a parte coletiva. A grande maioria tem um talento fora de série. Esse Penetra, que central! Mesmo o Saldanha! A forma como os dois sabem sair a jogar e a capacidade para fazer passes de longa distância é incrível. Esse Tomás Tavares então, vi-o jogar a lateral direito, lateral esquerdo, central e sempre com altíssimo rendimento, embora me pareça que é a lateral que será um fora de série. Claro, o Embaló é o craque e o Ronaldo Camará também, mas o jogo coletivo deles é de sonho mesmo. Quando se vê o Neymar que, aos 26 anos, ainda tem aquela coisa de querer fintar todos e marcar os golos, agora a maturidade destes miúdos aos 17 anos, a conseguir jogar a dois toques é impressionante. Acredito que o instinto natural do Embaló seria tentar fintar o campo todo também e marcar golos, mas consegue preocupar-se mais com a equipa. Nos 5-0 ao Porto, ele não marcou mas, se não me engano, fez 4 assistências. Aquele calcanhar para o lateral avançar e o passe para o golo do Camará... uma maravilha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma das coisas que mais me impressiona no Embaló é aquela percepção que ele tem para fazer um passe para a corrida de um colega com extrema precisão, em função da velocidade de corrida do colega. E é como dizes, pela qualidade que tem podia agarrar-se em demasia à bola, mas não. Tem excelente leitura e excelentes decisões. É mesmo um fenómeno! Este é um daqueles que se conseguíssemos segurar três anos na equipa principal acabava por levantar a orelhuda de águia ao peito...

      Eliminar
    2. É não ter medo de apostar nele e ver como ele reage. 😉

      Eliminar
  4. Acho que o problema do Embaló está na pressa do empresário em querer levá-lo para fora, sei lá por quê, talvez para ganhar já alguns milhões. Não é possível achar que o Leipzig seja melhor opção para o miúdo em vez de continuar a evoluir tranquilamente no ambiente do Seixal. Mas é verdade que conseguindo segurá-lo por mais algum tempo seria maravilhoso. Vamos a ver no que vai dar essa novela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que seja uma novela longa, mas sempre no mesmo set...
      Entretanto, temos aí outro protagonista para apreciar! O João Félix é tão craque!!! Só precisa de um bocadinho de sorte, mai nada.

      Eliminar
  5. Sim, o Renato Paiva disse há dias na BTV que o Félix é o jogador mais talentoso que já apareceu no Seixal!

    ResponderEliminar

Partilha aqui a tua opinião