Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

E AGORA COM NOVOS ARTISTAS!




Segunda jornada da Taça da Liga, segunda vitória. Mais um jogo de sentido único, mais um jogo sem concedermos qualquer ocasião de golo ao adversário. E agora com quatro golos marcados, muitos apontamentos de classe e novos artistas a brilhar! 

Perante um Vizela que, mais do que bem organizado defensivamente, se limitou a povoar densamente a sua zona defensiva, os nossos jogadores voltaram a abordar de forma muito séria e responsável um desafio da Taça da Liga. Estamos agora a um empate de confirmar a nossa presença na Final Four a realizar no Algarve no fim do mês. Precisamos pois de completar o quadragésimo segundo jogo consecutivo sem derrotas nesta competição. É obra!

Na primeira parte tivemos paciência para circular bem a bola, inspiração individual para criar desequilíbrios com belos pormenores de qualidade técnica e criatividade colectiva para construir uma boa meia dúzia de ocasiões de golo. Marcámos dois mas só um contou.

Falo pouco dos árbitros pois entendo que têm uma tarefa muito difícil e a probabilidade de cometerem erros não-intencionais é bastante elevada, dada a velocidade do jogo e a obrigatoriedade de tomarem decisões instantâneas sem recurso a repetições frame a frame.
No caso deste Manuel Oliveira abro uma excepção, pois este filho da puta é incapaz de nos arbitrar um jogo sem entornar o campo contra nós. Ontem demos-lhe poucas hipóteses mas não deixou de nos roubar um penalty sobre o Zivkovic, transformando-o em livre lateral. (Há também um golo mal anulado pelo fiscal de linha ao Mitroglou, mas esse tem desculpa porque era difícil de perceber.)

Na segunda parte jogámos ainda melhor, marcámos três e podiam ter entrado mais dois ou três. Os destaques individuais do jogo de ontem são obviamente dois: Jonas Pistolas factura a dobrar no desejado regresso à titularidade e o Zivkovic faz três-assistências-três!



JONAS - Dois golos
O Jonas parece que vem com vontade de recuperar o tempo perdido e decidido a registar um bom número de golos nos cinco meses que faltam. Que tenha muita saúde! É impressionante como o nosso jogo melhora com ele em campo. Não é só pelo que ele joga, que é muito,mas pelo que faz os colegas jogar. 








ZIVKO - Três assistências
O jovem talento sérvio marcou pontos na luta por mais presenças ao serviço do Tricampeão. Tem um pé esquerdo que não engana (quer dizer, engana... os adversários) e demonstra boa atitude competitiva. As decisões e a capacidade física, nomeadamente a explosão, irão melhorar com o tempo de jogo.








Obrigado, Zivko! - Agradecem Mitro e Lisandro, os outros dois goleadores 
















Uma palavra ainda para outros "reforços":

Yuri Ribeiro - Não teve um teste difícil, mas mostrou-se concentrado e muito certinho nas acções defensivas. No ataque, dá ideia de ser um lateral para jogar mais em apoio do que a explorar a profundidade. Gostei do domínio que mostrou nas bolas altas.

Lisandro - Bom jogo e mais um golo deste central goleador.

Samaris - Forte nos desarmes e belos passes longos.

Carrillo - Alguns bons apontamentos, mas... ainda é pouco.

André Horta - Mais um passo na recuperação da condição física.

Jovic - Nos 25' que teve podia ter aproveitado para mostrar mais alguma coisa.
























Agora é recuperar e preparar bem a difícil deslocação à Cidade Berço.
CARREGA BENFICA!!


Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilha aqui a tua opinião