Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

VOLTAR À CARGA



Voltamos amanhã à Luz para defrontarmos o Leixões nos quartos-de-final da Taça de Portugal. O vencedor deste jogo encontrará nas meias-finais, a duas mãos, o Estoril. Atendendo às percentagens das casas de apostas, temos boas possibilidades de chegar ao Jamor, mas... as percentagens não jogam à bola.

O Leixões - que exibe no seu palmarés uma Taça de Portugal, conquistada em 1961 (ano de esplendor encarnado) -  luta para se manter na Segunda Liga, ocupando actualmente o vigésimo posto, cinco pontos abaixo da linha de água. Esta situação dos "bebés de Matosinhos" não pode no entanto ser indiciadora de facilidades. Lembramo-nos bem quão difícil foi ultrapassar o 1º de Dezembro, do terceiro escalão.

É necessário que os nossos jogadores abordem o jogo e o adversário com o respeito e a humildade habituais. Se assim for, ficaremos muito mais perto de confirmar o nosso favoritismo. Ao mesmo tempo, e sem prejuízo do atrás referido, esta é uma boa oportunidade para fazermos alguma gestão do plantel.

Assim, é este o onze que proponho:






















Começando pelas ausências. O Nelson Semedo e o Pizzi precisam mesmo de descansar. São de longe os jogadores mais utilizados até agora, com 2500 e 2400 min., respectivamente. Aliás, no caso do Pizzi foi bem evidente o seu cansaço, sobretudo mental, no jogo com o Boavista. Para o seu lugar, faz todo o sentido dar volume de jogo ao André Horta que pouco jogou desde que veio de lesão. Vai ter mais importância do que estamos à espera, o André. Precisamos de lhe dar carga.

Para lateral direito, não temos por agora alternativa, terá de ser o André Almeida. Na lateral esquerda, justifica-se mais uma oportunidade para o Yuri, com a possibilidade de o Eliseu também fazer alguns minutos, já recuperado.

Nos corredores ofensivos, devemos aproveitar para dar mais jogo ao Zivkovic e também ao Rafa. Precisamos destes dois craques no ponto para as batalhas que aí vêm. Também o Carrillo poderá ter mais algum tempo de jogo.

Na frente de ataque ainda não podemos contar com o Raúl, lesionado. O Jonas precisa de jogar para ganhar forma e o Mitroglou é o 9 mais indicado para o tipo de jogo que se espera. O Guedes talvez precise de descansar um pouco. O Jovic ou o Zé Gomes poderão depois render o grego. 

Lá estarei, como sempre. Desta vez a partir doutra perspectiva, junto aos No Name.

Carrega BENFICA!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilha aqui a tua opinião