Páginas


Luisão - Vinte Títulos! (and counting...)

Se todas as batalhas da

"SE TODAS AS BATALHAS DA HUMANIDADE SE TRAVASSEM APENAS NOS CAMPOS DE FUTEBOL, QUÃO BELAS SERIAM AS GUERRAS!" (Augusto Branco)

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

O PRIMEIRO GOLO DO ANDRÉ ALMEIDA




O Benfica venceu ontem o Leixões por seis dois num animado jogo da Taça de Portugal.

Considero que o facto mais relevante deste jogo, além do desejado apuramento do Glorioso para as meias-finais, foi o primeiro golo marcado pelo André Almeida em jogos oficiais pelo Benfica. (Já tinha marcado num jogo de preparação do Verão passado um golo que lhe valeu o nariz partido.)

O André é um caso paradigmático do profissional que sobe a pulso na hierarquia da sua empresa. De patinho feio a elemento preponderante no plantel, este polivalente jogador tem conquistado o nosso respeito e admiração, fruto do seu inquestionável empenho e inesgotável disponibilidade. 

Iniciou a sua formação no Loures, passou pelo Alverca, pelo Sporting e pelo Belenenses. Foi no clube do Restelo que se estrou como sénior e realizou três épocas. Contratado pelo Benfica em 2011/2012, cumpre a sua sexta (!) época de águia ao peito. Participou em 144 jogos pelo Tricampeão Nacional, já incluindo o de ontem. 

Com o tempo e com o seu trabalho, tem evoluído em termos técnicos e tácticos. Joga a lateral direito, a lateral esquerdo, a médio defensivo e até a central. Onde gosto menos de o ver é precisamente na posição que tem ocupado nas últimas semanas, pelas lesões do Grimaldo e do Eliseu. Ficamos "coxos" a atacar pela esquerda porque ele não dá profundidade neste corredor. Mas compensa com o acerto defensivo e pelo apoio que dá na zona intermédia.

O André é aquele jogador que em princípio não colocamos no nosso melhor Onze se estiverem todos os colegas disponíveis, mas que nos deixa muito confortáveis por contarmos com ele no nosso plantel. Ademais, parece ser um moço que contribui muito positivamente para o excelente ambiente que se respira no seio do grupo. Vale muito!

Obrigado, ANDRÉ ALMEIDA! Parabéns!



Outras notas do jogo de ontem:

- O hat-trick do MITROGOLO;
- A bela exibição do ZIVKOVIC;
- A crescente participação do CARRILLO, com mais uma assistência;
- O altruísmo do JONAS, entregando a bola ao MITRO no penalti;
- A festa da EQUIPA no golo do ANDRÉ;
- Estranhei a titularidade do PIZZI e os 90 min. do NELSON SEMEDO;
- A abordagem positiva do Leixões, que demonstrou algumas ideias no ataque mas fragilidades na defesa.



Deixo ainda a minha vénia aos adeptos do clube de Matosinhos. Cerca de um milhar de fervorosos Heróis do Mar que preencheram o sector reservado aos visitantes apoiando ruidosa e incessantemente a sua equipa. O Futebol assim tem ainda mais beleza.


Agora é preparar bem o jogo de Domingo frente ao Tondela, novamente na Luz. É obrigatório vencermos!



P.S. 

E... Ponck! Lá caiu mais uma acha na fogueira de Alvalade. E é muito bem feito! Quem semeia ventos colhe tempestades. Aí estão elas. Seria muito triste se aqueles expedientes parolos e os comportamentos execráveis dessem bom resultado. Tudo o que lhes acontecer de mal é inteiramente merecido.

3 comentários:

  1. "O PRIMEIRO GOLO DO ANDRÉ ALMEIDA" ... em que não chegaram ao ponto de lhe partiram o nariz !... e abrirem os lábios à cabeçada, hehehe !!!

    ResponderEliminar

Partilha aqui a tua opinião